Treinamento NR 35 – Trabalho em Altura: saiba como funciona e como fazer

By 3 de agosto de 2018blog
Treinamento NR 35 – Trabalho em Altura

Treinamento NR 35 – Trabalho em Altura: saiba como funciona e como fazer

Através deste artigo, saiba como realizar o treinamento NR 35; conheça a importância dessa norma regulamentadora

A NR 35 – Trabalho em Altura tem como objetivo estabelecer os requisitos mínimos e as medidas de proteção para o trabalho em altura, envolvendo o planejamento, a organização e a execução, de forma a garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores envolvidos direta ou indiretamente com esta atividade.

Ou seja, o objetivo da NR 35 (ou Norma Regulamentadora 35) é certificar que os colaboradores que trabalham na altura tenham sua integridade física protegida.

Como saber se determinado trabalho é considerado em altura?

Treinamento NR 35 – Trabalho em Altura

A NR 35, regida pelo Ministério do Trabalho e Emprego, considera que qualquer atividade executada acima de dois metros de altura do nível inferior se enquadra como um trabalho em altura.

Portanto, qualquer atividade em que o colaborador tenha que subir escadas, andaimes ou estruturas, e que se enquadre na condição citada acima, é considerada trabalho em altura.

Importante: caso o trabalhador tenha que trabalhar em valas, desníveis ou buracos que também ultrapassem dois metros de profundidade, deve-se ajustar também à NR 35.

NR 35 para os empregadores

A Norma Regulamentadora 35 diz que cabe aos empregadores:

a) garantir a implementação das medidas de proteção estabelecidas nesta Norma;

b) assegurar a realização da Análise de Risco – AR e, quando aplicável, a emissão da Permissão de Trabalho – PT;

c) desenvolver procedimento operacional para as atividades rotineiras de trabalho em altura;

d) assegurar a realização de avaliação prévia das condições no local do trabalho em altura, pelo estudo, planejamento e implementação das ações e das medidas complementares de segurança aplicáveis;

e) adotar as providências necessárias para acompanhar o cumprimento das medidas de proteção estabelecidas nesta Norma pelas empresas contratadas;

f) garantir aos trabalhadores informações atualizadas sobre os riscos e as medidas de controle;

g) garantir que qualquer trabalho em altura só se inicie depois de adotadas as medidas de proteção definidas nesta Norma;

h) assegurar a suspensão dos trabalhos em altura quando verificar situação ou condição de risco não prevista, cuja eliminação ou neutralização imediata não seja possível;

i) estabelecer uma sistemática de autorização dos trabalhadores para trabalho em altura;

j) assegurar que todo trabalho em altura seja realizado sob supervisão, cuja forma será definida pela análise de riscos de acordo com as peculiaridades da atividade;

k) assegurar a organização e o arquivamento da documentação prevista nesta Norma.

NR 35 para os colaboradores

Assim como os empregadores, os colaboradores também devem ficar atentos a algumas obrigações, como:

a) cumprir as disposições legais e regulamentares sobre trabalho em altura, inclusive os procedimentos expedidos pelo empregador;

b) colaborar com o empregador na implementação das disposições contidas nesta Norma;

c) interromper suas atividades exercendo o direito de recusa, sempre que constatarem evidências de riscos graves e iminentes para sua segurança e saúde ou a de outras pessoas, comunicando imediatamente o fato a seu superior hierárquico, que diligenciará as medidas cabíveis;

d) zelar pela sua segurança e saúde e a de outras pessoas que possam ser afetadas por suas ações ou omissões no trabalho.

Treinamento NR 35

Treinamento NR 35 – Trabalho em Altura: saiba como funciona e como fazer

O Ministério do Trabalho e Emprego prevê que as empresas devem promover o programa para capacitação dos trabalhadores para a realização de trabalho em altura.

Em outras palavras, cabe aos empregadores garantirem a realização do treinamento NR 35, a fim de criar um ambiente de trabalho mais saudável, com todas as medidas preventivas feitas corretamente.

Considera-se um trabalhador capacitado e treinado para trabalho em altura aquele que foi submetido e aprovado em treinamento, teórico e prático, com carga horária mínima de oito horas.

O conteúdo programático desse treinamento deve conter, no mínimo, os seguintes itens:

  • a) normas e regulamentos aplicáveis ao trabalho em altura;
  • b) análise de risco e condições impeditivas;
  • c) riscos potenciais inerentes ao trabalho em altura e medidas de prevenção e controle;
  • d) sistemas, equipamentos e procedimentos de proteção coletiva;
  • e) equipamentos de Proteção Individual para trabalho em altura: seleção, inspeção, conservação e limitação de uso;
  • f) acidentes típicos em trabalhos em altura;
  • g) condutas em situações de emergência, incluindo noções de técnicas de resgate e de primeiros socorros.

Lembrando que, ao término do treinamento NR 35, deve ser emitido certificado contendo o nome do trabalhador, conteúdo programático, carga horária, data, local de realização do treinamento, nome e qualificação dos instrutores e assinatura do responsável.

O certificado deve ser entregue ao trabalhador e uma cópia arquivada na empresa, como comprovante.

Como fazer o treinamento NR 35

A melhor opção para as empresas é contar com o suporte de uma empresa especializada em medicina e segurança do trabalho. Ela é quem realizará o treinamento da NR 35 junto à equipe de colaboradores.

Todo o conteúdo programático, aulas, palestras e diplomas ficarão a cargo da empresa contratada.

Contratar uma empresa especializada nesse tipo de treinamento é a opção mais comum entre as empresas, sobretudo pela praticidade e qualidade no trabalho realizado.

Além disso, em caso de acidentes, ter o suporte de uma empresa especializada em medicina e segurança do trabalho dá embasamento jurídico para se proteger de eventuais processos na esfera judicial.

Norma Regulamentadora 35

Deixe seu comentário, ele é importante para nós

Leave a Reply