exame demissional - Belem Saúde
Tag

exame demissional - Belem Saúde

abril azul: conscientização do autismo

Abril Azul: mês de conscientização do autismo

By | blog | No Comments

O mês de abril é representado pela cor azul com o intuito de abordar O Dia Mundial do Autismo, que é comemorado no dia 02/03. Esta data foi criada pela ONU (Organização das Nações Unidas) e já é celebrada há 12 anos. Inclusive, vários pontos turísticos do país são decorados e iluminados com as cores que simboliza o Autismo.

Vale ressaltar que nos dias de hoje, ainda existem pessoas que pouco sabe sobre o assunto, muitas vezes estabelecendo pré-conceitos em relação aos portadores da doença. Por essa razão, a Belém Saúde optou em trazer o tema em um artigo que acabará de vez com todos os estereótipos que o circulam. Quer saber mais? Leia o texto a seguir:

O que é, de fato, o autismo?

Ser um autista é ser uma pessoa com transtornos no desenvolvimento do cérebro, mais conhecido como TEA (Transtornos de Espectro Autista). É importante saber que existem diferentes níveis de autismo e nem todos os autistas possuem atraso mental. O nível mais leve, por exemplo, é a Síndrome de Asperger (atribuída a casos raros como Mozart, Michelangelo e Leonardo da Vinci).

Em grande maioria, pessoas com autismo tem dificuldade em aprender, consequentemente atrasando as habilidades sociais, cognitivas e comunicativas, além de sentir fobia e agir com agressividade em certos momentos.

Diagnóstico

O autista é identificado antes mesmo dos 3 anos de idade. Os pais devem ficar atentos e observar o comportamento dessas crianças, e claro, sempre realizando acompanhamento médico para uma opinião profissional. Crianças autistas apresentam desde muito cedo sinais como falta de interesse em se relacionar com pessoas, ausência de contato visual e atenção exagerada a objetos.

Abril Azul: O Dia Mundial do Autismo

O dia do autismo é celebrado em diversas cidades do Brasil, onde acontecem palestras e eventos abertos ao público. O principal objetivo é promover a conscientização do maior número de pessoas possível, para que assim, possam colher informações sobre a doença e aprender a lidar com autistas.

Consulte um especialista

O descobrimento precoce é essencial para que o autista comece a receber apoio médico desde a infância. Fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, psicólogo clínico, neurologista, pediatra e psiquiatra. Tratamentos para controlar a raiva, terapia familiar, análise do comportamento aplicada, processamento sensorial, entre outros métodos são fundamentais para que a criança receba suporte para seu desenvolvimento e aprendizagem.

Agora que você já sabe mais sobre o autismo, curta e compartilhe nas redes sociais. Para maiores informações e esclarecimentos entre em contato com a Belém Saúde.

 

 

 

 

nova mudança nos exames demissionais

Nova mudança no exame demissional: tudo que você precisa saber

By | blog | No Comments

O exame demissional é um dos mais importantes e realizados dentro da medicina do trabalho. Dessa forma, é importante que tanto os contratantes, quanto os colaboradores, fiquem por dentro das últimas atualizações sobre o assunto, não é mesmo?

A nova mudança ainda não foi tão divulgada nos veículos de comunicação e por essa razão, ainda existe uma série de pessoas que não estão sabendo do ocorrido. Sendo assim, a Belém Saúde fez questão de vir até aqui trazer essas informações para você.

Continue lendo esse artigo e aproveite para saber mais sobre como funciona o exame demissional.

Afinal, qual o propósito do exame demissional e qual o valor?

Segundo o artigo 168 da CLT, a lei determina que seja responsabilidade da empresa que deseja demitir o funcionário solicitar o exame demissional e arcar com os custos. Seu objetivo é avaliar se a pessoa em específico não adquiriu nenhum problema devido às condições de trabalho. É importante destacar também que mesmo que o funcionário peça demissão, os gastos com o exame ainda é responsabilidade do empregador.

O exame demissional é obrigatório para qualquer pessoa que atue em regime CLT, porém, em situações onde a demissão é por justa causa, ele se torna opcional. Realizado pelo profissional especialista na medicina do trabalho, o médico emitirá o ASO (Atestado de Saúde Ocupacional) detalhado com os dados do paciente, seu estado de saúde e o cargo que ocupa na empresa.

Desse modo, os resultados determinarão se ela está apta para ser desligada do local. Além disso, vale ressaltar que o exame demissional beneficia não só o demitido, mas também a empresa, que ao ter uma cópia do ASO, terá como se defender em complicações futuras, como, por exemplo, processos trabalhistas.

Nova mudança no exame demissional

Antes o exame devia ser feito até a data da homologação da rescisão contratual, desde que a última avaliação ocupacional tenha sido há mais de 135 dias, para empresas que o grau de risco é considerado de 1 a 2, 90 dias e de nível de risco 3 a 4. De acordo com a Portaria MTB N° 1.031 de 06/12/2018, agora o exame demissional pode ser realizado até 10 dias do término do contrato, podendo haver penalidades para quem não cumprir com a lei.

Quais são as penalidades para empresa que não se adequar a lei?

As empresas que não respeitam a lei do exame demissional são multadas e podem ter sérios problemas com ex-funcionários na justiça. Caso essa pessoa tenha adquirido uma doença dentro do ambiente de trabalho que diminuiu sua capacidade de trabalhar parcial ou totalmente, ela deve ser indenizada.

Agora que você já está por dentro da nova mudança do exame demissional, compartilhe essa utilidade pública com os amigos. Aproveite e veja por que a medicina do trabalho é essencial para proteger seu patrimônio Medicina do trabalho: por que ela é fundamental para sua empresa?