Para que servem os exames complementares - Belem Saúde

Para que servem os exames complementares

By 18 de outubro de 2021blog
Para que servem os exames complementares - blog

Para que servem os exames complementares

Durante o período laboral, trabalhadores das mais variadas áreas podem estar expostos à riscos de saúde e serem acometidos por enfermidades. Com o intuito de prevenir e/ou atenuar riscos e proporcionar qualidade de vida ao colaborador, são realizados exames específicos para monitorar e atestar sua aptidão física no desempenho de sua função.
Os exames complementares são um meio de garantir a saúde desses trabalhadores. Ademais, seus resultados servem de indicativo para saúde geral da equipe e métrica para realização de avaliações de risco.
De acordo com a função exercida, serão necessários exames específicos para que o médico responsável emita o Atestado de Saúde Ocupacional (ASO). Através dele é determinada a aptidão física e mental para a realização do ofício.

Quais os principais exames complementares?

Audiometria
A audiometria tem objetivo de avaliar e detectar alterações na audição dos colaboradores que estão expostos constantemente a ruídos durante o período laboral. Através dela, podem ser tomadas medidas para minimizar o agravamento ou diminuição da audição do trabalhador.

Acuidade Visual
Visa medir a capacidade funcional da visão. É indispensável em funções que necessitam excelentes capacidades de visão, como é o caso de pessoas que trabalham como motoristas.

Espirometria
Espirometria objetiva identificar eventuais enfermidades e comorbidades respiratórias, aferindo a quantidade e a velocidade de ar que o empregado é capaz de inspirar e expirar e avaliando a capacidade ventilatória.

Exames laboratoriais
Avaliam mais profundamente o trabalhador através de análises clínicas, coletando amostras de sangues, excreções e secreções. A fim de detectar possíveis doenças e agravos ocupacionais presentes no organismo.

Eletrocardiograma – ECG
Monitora e capta ondas elétricas emitidas pelo coração em repouso através de eletrodos dispostos ao longo do corpo do paciente, podendo identificar anomalias e avaliar o funcionamento do coração, detectando comorbidades como arritmias, bloqueios e condução elétrica, etc.

Eletroencefalograma – EEG
Avalia as ondas cerebrais, registrando graficamente as correntes elétricas espontâneas desenvolvidas no cérebro. A fim de descartar distúrbios neurológicos ou de consciência. É principalmente requerido para trabalhadores que exercem funções de alto risco, como limpadores de fachadas de prédios, e outras atividades em tura, por exemplo.

Em suma, manter os exames complementares dos funcionários em dia é imprescindível para além de estar em conformidade legal, proporcionar um ambiente de trabalho mais seguro através de medidas administrativas com finalidade de minimizar ou inibir os danos à saúde dos colaboradores, aumentando seu desempenho e produtividade.

Gostou do conteúdo? quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato conosco e agende uma reunião 

Leave a Reply