NR-17: conheça mais sobre a ergonomia

By 21 de setembro de 2018blog

NR-17: conheça mais sobre a ergonomia

Através deste artigo, saiba mais sobre a ergonomia; conheça os benefícios e importância da NR-17

Quando falamos na Norma Regulamentadora 17 (NR-17), estamos tratando de ergonomia.

Para quem não está familiarizado com o termo, a ergonomia tem como foco cuidar da saúde e também do bem-estar dos colaboradores dentro do ambiente de trabalho.

O objetivo da NR-17 é adaptar o local de trabalho às condições físicas e psicológicas de cada colaborador, coletiva e individualmente.

Quem regulamenta a NR-17? 

O Ministério do Trabalho e Emprego é quem regulamenta a Norma Regulamentadora 17, através da Portaria Nº 3.214, de 08 de Junho de 1978.

Portanto, saiba que, naturalmente, estamos falando de uma obrigatoriedade. Logo, toda e qualquer empresa DEVE estar ciente de suas obrigações quanto à ergonomia.

Objetivo da NR-17

A Norma Regulamentadora 17 tem como objetivo garantir que os colaboradores tenham uma condição confortável e segura dentro do ambiente de trabalho.

N-17: conheça mais sobre a ergonomia

Por exemplo: suponhamos que Ana trabalhe em um escritório. De acordo com a NR-17, é obrigação da empresa em que trabalha assegurar boas condições para exercer suas funções.

Ou seja, é responsabilidade da empresa garantir uma cadeira confortável, que se ajuste à mesa onde Ana trabalha, de modo a evitar doenças ocupacionais (doenças oriundas do ambiente de trabalho), como dores nas costas.

De acordo com a NR-17, a empresa onde Ana trabalha deve garantir um posto de trabalho que se adapte às exigências previstas na lei, como:

17.3.1. Sempre que o trabalho puder ser executado na posição sentada, o posto de trabalho deve ser planejado ou adaptado para esta posição.

17.3.2. Para trabalho manual sentado ou que tenha de ser feito em pé, as bancadas, mesas, escrivaninhas e os painéis devem proporcionar ao trabalhador condições de boa postura, visualização e operação e devem atender aos seguintes requisitos mínimos:

  1. a) ter altura e características da superfície de trabalho compatíveis com o tipo de atividade, com a distância requerida dos olhos ao campo de trabalho e com a altura do assento;
  2. b) ter área de trabalho de fácil alcance e visualização pelo trabalhador;
  3. c) ter características dimensionais que possibilitem posicionamento e movimentação adequados dos segmentos corporais.

Quanto aos assentos, a empresa deve garantir:

17.3.3. Os assentos utilizados nos postos de trabalho devem atender aos seguintes requisitos mínimos de conforto:

  1. a) altura ajustável à estatura do trabalhador e à natureza da função exercida;
  2. b) características de pouca ou nenhuma conformação na base do assento;
  3. c) borda frontal arredondada;
  4. d) encosto com forma levemente adaptada ao corpo para proteção da região lombar.

Esses são algumas obrigatoriedades previstas na NR-17, que se encaixam perfeitamente na função exercida pela Ana no exemplo acima.

Importante: existem exigências específicas para cada função, como levantamento, transporte e descarga individual de materiais; para quem trabalha em pé etc.

Benefícios ao investir em ergonomia

Investir em ergonomia gera inúmeros benefícios às empresas, como a melhora no rendimento da equipe.

Empresas com colaboradores motivados, com qualidade de vida e bem-estar tendem a ser mais bem-sucedidas.

Uma equipe que trabalha em uma empresa que respeita as condições ideais de trabalho tem mais motivação. Com isso, há uma melhora na produção, refletindo também nos resultados.

Além dessa questão relacionada ao aumento na produção, se adequar à NR 17 evita que as empresas sofram penalidades na esfera jurídica.

Imagine uma empresa ter que arcar com um processo de um funcionário que alega dores oriundas do ambiente de trabalho, sobretudo por omissão à NR-17? Seria desastroso, não é mesmo?

Por isso, torna-se tão importante investir em métodos que visam a adequação à Norma Regulamentadora 17.

N-17: conheça mais sobre a ergonomia

As empresas devem sempre buscar ajustar os postos de trabalho a cada colaborador, coletiva e individualmente

Como investir em ergonomia?

A melhor maneira para investir em ergonomia e se adequar à NR-17 é com o auxílio de uma empresa especializada em Medicina e Engenharia do trabalho.

Somente o suporte de profissionais conseguirá realizar um trabalho acurado e eficiente, de modo a ajustar o local de trabalho às condições físicas e psicológicas de cada colaborador, como determina o Ministério do Trabalho e Emprego.

Treinamento de ergonomia

Uma excelente forma para se ajustar à NR-17 é realizando treinamento e orientação adequada.

Através do treinamento e da orientação, que são feitos por uma empresa especializada, identifica-se e também se corrige todas as inconformidades no ambiente de trabalho.

Parte dessa orientação e adequação tem relação com:

  • Iluminação do ambiente;
  • Postura;
  • Temperaturas;
  • Mobiliários de cada posto de trabalho;
  • Vídeos.

Ou seja, todo o serviço de treinamento de ergonomia e a adequação à NR-17 têm relação com a saúde e bem-estar dos colaboradores, com o objetivo de tornar o ambiente de trabalho mais saudável e confortável.

Invista em Ergonomia e adeque-se à NR-17

Comece a investir em ergonomia no trabalho e tenha a certeza de que os problemas relacionados à ergonomia diminuirão.

Lembre-se sempre que investir em ergonomia, além de obrigatório, gera muitos benefícios, como os citados ao longo deste artigo.

Perfil Profissiográfico Previdenciário, para que serve?

 

Leave a Reply