blog - Belem Saúde
Category

blog

DDS

DDS: O que é e qual sua importância?

By | blog, notícias | No Comments

Você sabia que é possível prevenir acidentes de trabalho de maneira simples e em pouco tempo?
A ferramenta conhecida como DDS pode ser uma forma efetiva para diminuir as chances de acidentes no local de trabalho. Continue a leitura para conhecer mais sobre essa prática tão importante.

✔️ O que é?

Diálogo De Segurança ou DDS é uma ferramenta utilizada com objetivo de conscientizar os colaboradores sobre as práticas de segurança para o ambiente laboral. Consiste em reuniões diárias com duração de 5 a 10 minutos realizadas no início do período laboral para tratar de assuntos voltados para a prevenção de acidentes no local de trabalho e doenças ocupacionais.

✔️ Quais os benefícios da aplicação do DDS?

Utilizar essa ferramenta promove um ambiente de trabalho mais saudável e seguro para os colaboradores. Ademais, propõe a comunicação e divulgação de informações que podem vir a evidenciar situações e atos inseguros passiveis de acontecer.

✔️ Como aplicar o DDS?

O conteúdo das conversações de segurança deve ser elaborado conforme os riscos característicos dos respectivos ambientes laborais. É importante que os temas sejam condizentes com a realidade dos trabalhadores, sendo imprescindível que toda a equipe seja informada e estimulada a participar.

As reuniões devem ser realizadas no início do turno vigente e suas durações não devem ser inferiores a 5 minutos, podendo chegar até no máximo 15 minutos.
Para que o conteúdo seja mais facilmente assimilado pelos participantes, é indicado que os assuntos sejam passados em linguagem simples e de maneira sucinta.

 

Gostou do conteúdo? quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato conosco e agende uma reunião

Evento S-2224 do eSocial

By | blog | No Comments

Os eventos do eSocial SST consistem em prazos determinados para o envio de informações trabalhistas.
O descumprimento desses prazos pode acarretar uma série de penalidades legais.
É importante estudar os eventos e ficar atento aos prazos. Confira ao lado um pouco mais sobre o evento S-2240:

Função do evento
Este evento é utilizado para registrar as condições ambientais de trabalho, indicando as condições de prestação de serviços pelo colaborador, além de informar a exposição aos fatores de risco no exercício das atividades.

Quem está obrigado?
– Empregador
– OGMO
– Cooperativa
– Sindicato de trabalhadores avulsos
– Órgãos públicos (Obrigatório apenas no caso de trabalhadores vinculados ao Regime Geral de Previdência Social – RGPS)

Prazo de envio
Deve ser enviado até o 15º dia do mês subsequente ao início da obrigatoriedade dos eventos de SST ou até o 15º dia após a admissão do trabalhador.
Importante!
Caso haja alterações nas informações iniciais, essas devem ser enviadas até o 15º dia seguinte à alteração.

 

Gostou do conteúdo? quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato conosco e agende uma reunião

eSocial SST

Sua empresa esta preparada pro eSocial SST ?

By | blog | No Comments

Sua empresa esta preparada pro eSocial SST ?

O projeto do Governo Federal que visa unificar e simplificar a entrega de informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais, pede atenção especial, para se adequar a esse novo sistema e evitar penalizações judiciais.

É importante ressaltar que sua implementação irá mudar não só o sistema burocrático, mas também a cultura da organização. Para estar em dia com o eSocial, é relevante conhecer as rotinas e características do negócio, adaptar prazos de entrega dos documentos e alinhar as expectativas com as equipes envolvidas no processo.

Por ser tema com muitas especificações e que pode trazer sérios prejuízos às empresas que não atenderem corretamente todas as exigências, recomendamos contar com assistência especializada para auxiliar no processo de adequação ao eSocial SST.

Gostou do conteúdo? quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato conosco e agende uma reunião

eSocial

Você conhece todos os eventos do eSocialSST?

By | blog | No Comments

O sistema adotado pelo Governo Federal Brasileiro, eSocialSST, veio para unificar documentos e informações de trabalhadores de empresas residentes no Brasil e contemplará diversos dados, periodicidades e frequência de reutilização. A organização dessas informações é dada em eventos, que possuem prazos determinados para que as informações sejam cadastradas no sistema e enviadas ao governo brasileiro.
No total são 48 eventos do eSocial, classificados de 4 maneiras: Eventos Iniciais, Eventos de Tabelas, Eventos Não-periódicos e Eventos Periódicos, nessa ordem, respectivamente.

Eventos do eSocial

Eventos Iniciais

Contempla informações sobre o empregador ou empresa, como classificação fiscal e estrutura administrativa. Sendo esses dados aproveitados posteriormente nos eventos periódicos e não-periódicos. Durante a implantação do eSocial, a empresa deve utilizar esses eventos para cadastramento inicial dos vínculos dos empregados ativos.
Possuem apenas um evento, sendo ele:
• S-1000 – Informações do Empregador/Contribuinte/Órgão Público

Eventos de Tabela

Os Eventos de Tabelas complementam os eventos iniciais, e acrescentam informações importantes, sendo que seu envio deve ser imediato após o cadastro dos eventos iniciais.
É importante lembrar que os dados devem ser constantemente atualizados e é necessário realizar eventos de retificação conforme as alterações dos dados, que possuem data de validade e essa deve ser alterada após a última retificação.

São Eventos de Tabelas:

• S-1005 – Tabela de Estabelecimentos, Obras ou Unidades de Órgãos Públicos·
• S-1010 – Tabela de Rubricas
• S-1020 – Tabela de Lotações Tributárias
• S-1030 – Tabela de Cargos/Empregos Públicos
• S-1035 – Tabela de Carreiras Públicas
• S-1040 – Tabela de Funções/Cargos em Comissão
• S-1050 – Tabela de Horários/Turnos de Trabalho
• S-1060 – Tabela de Ambientes de Trabalho
• S-1070 – Tabela de Processos Administrativos/Judiciais
• S-1080 – Tabela de Operadores Portuários

Eventos Não-Periódicos

Estão relacionados aos direitos e deveres trabalhistas, previdenciários e fiscais e não possuem data fixa para acontecer. Como é o caso de alterações salariais, afastamentos, contratações e reintegrações.
São Eventos Não-Periódicos:
• S-2190 – Admissão de Trabalhador – Registro Preliminar
• S-2200 – Cadastramento Inicial do Vínculo e Admissão/Ingresso de Trabalhador
• S-2205 – Alteração de Dados Cadastrais do Trabalhador
• S-2206 – Alteração de Contrato de Trabalho
• S-2210 – Comunicação de Acidente de Trabalho
• S-2220 – Monitoramento da Saúde do Trabalhador
• S-2221 – Exame Toxicológico do Motorista Profissional
• S-2230 – Afastamento Temporário
• S-2240 – Condições Ambientais do Trabalho – Fatores de Risco
• S-2245 – Treinamentos, Capacitações, Exercícios Simulados e Outras Anotações·
• S-2250 – Aviso Prévio
• S-2260 – Convocação para Trabalho Intermitente
• S-2298 – Reintegração
• S-2299 – Desligamento
• S-2300 – Trabalhador Sem Vínculo de Emprego/Estatutário – Início
• S-2306 – Trabalhador Sem Vínculo de Emprego/Estatutário – Alteração Contratual·
• S-2399 – Trabalhador Sem Vínculo de Emprego/Estatutário – Término
• S-2400 – Cadastro de Benefícios Previdenciários – RPPS
• S-3000 – Exclusão de eventos
• S-5001 – Informações das contribuições sociais por trabalhador
• S-5002 – Imposto de Renda Retido na Fonte
• S-5003 – Informações do FGTS por Trabalhador
• S-5011 – Informações das contribuições sociais consolidadas por contribuinte
• S-5012 – Informações do IRRF consolidadas por contribuinte
• S-5013 – Informações do FGTS consolidadas por contribuinte

Eventos Periódicos

Incluem eventos com datas fixas para acontecer, como a remuneração dos empregados, que ocorre mensalmente.
São Eventos Periódicos:
• S-1200 – Remuneração de trabalhador vinculado ao Regime Geral de Previd. Social
• S-1202 – Remuneração de servidor vinculado a Regime Próprio de Previd. Social
• S-1207 – Benefícios previdenciários – RPPS
• S-1210 – Pagamentos de Rendimentos do Trabalho
• S-1250 – Aquisição de Produção Rural
• S-1260 – Comercialização da Produção Rural Pessoa Física
• S-1270 – Contratação de Trabalhadores Avulsos Não Portuários
• S-1280 – Informações Complementares aos Eventos Periódicos
• S-1295 – Solicitação de Totalização para Pagamento em Contingência
• S-1298 – Reabertura dos Eventos Periódicos
• S-1299 – Fechamento dos Eventos Periódicos
• S-1300 – Contribuição Sindical Patronal

Lembrando que os eventos possuem uma sequência lógica de envio, sendo importante se atentar aos prazos para evitar quaisquer complicações legais, multas e sanções.

Gostou do conteúdo? quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato conosco e agende uma reunião 

Para que servem os exames complementares - blog

Para que servem os exames complementares

By | blog | No Comments

Para que servem os exames complementares

Durante o período laboral, trabalhadores das mais variadas áreas podem estar expostos à riscos de saúde e serem acometidos por enfermidades. Com o intuito de prevenir e/ou atenuar riscos e proporcionar qualidade de vida ao colaborador, são realizados exames específicos para monitorar e atestar sua aptidão física no desempenho de sua função.
Os exames complementares são um meio de garantir a saúde desses trabalhadores. Ademais, seus resultados servem de indicativo para saúde geral da equipe e métrica para realização de avaliações de risco.
De acordo com a função exercida, serão necessários exames específicos para que o médico responsável emita o Atestado de Saúde Ocupacional (ASO). Através dele é determinada a aptidão física e mental para a realização do ofício.

Quais os principais exames complementares?

Audiometria
A audiometria tem objetivo de avaliar e detectar alterações na audição dos colaboradores que estão expostos constantemente a ruídos durante o período laboral. Através dela, podem ser tomadas medidas para minimizar o agravamento ou diminuição da audição do trabalhador.

Acuidade Visual
Visa medir a capacidade funcional da visão. É indispensável em funções que necessitam excelentes capacidades de visão, como é o caso de pessoas que trabalham como motoristas.

Espirometria
Espirometria objetiva identificar eventuais enfermidades e comorbidades respiratórias, aferindo a quantidade e a velocidade de ar que o empregado é capaz de inspirar e expirar e avaliando a capacidade ventilatória.

Exames laboratoriais
Avaliam mais profundamente o trabalhador através de análises clínicas, coletando amostras de sangues, excreções e secreções. A fim de detectar possíveis doenças e agravos ocupacionais presentes no organismo.

Eletrocardiograma – ECG
Monitora e capta ondas elétricas emitidas pelo coração em repouso através de eletrodos dispostos ao longo do corpo do paciente, podendo identificar anomalias e avaliar o funcionamento do coração, detectando comorbidades como arritmias, bloqueios e condução elétrica, etc.

Eletroencefalograma – EEG
Avalia as ondas cerebrais, registrando graficamente as correntes elétricas espontâneas desenvolvidas no cérebro. A fim de descartar distúrbios neurológicos ou de consciência. É principalmente requerido para trabalhadores que exercem funções de alto risco, como limpadores de fachadas de prédios, e outras atividades em tura, por exemplo.

Em suma, manter os exames complementares dos funcionários em dia é imprescindível para além de estar em conformidade legal, proporcionar um ambiente de trabalho mais seguro através de medidas administrativas com finalidade de minimizar ou inibir os danos à saúde dos colaboradores, aumentando seu desempenho e produtividade.

Gostou do conteúdo? quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato conosco e agende uma reunião 

Dicas para cuidar da saúde mental em tempos de pandemia

By | blog | No Comments

O momento pelo qual o mundo está passando é único para a maioria das pessoas.

A COVID-19, além de provocar complicações na saúde física das pessoas, também trouxe mudanças bruscas em suas rotinas, principalmente com o isolamento social.

São durante estes momentos de incerteza que nos sentimos mais ansiosos, tristes e angustiados.

Para lidar com a situação é preciso cuidar da saúde mental também. O que nós podemos fazer é buscar amenizar os sintomas e tentar viver de uma maneira saudável com algumas dicas abaixo:

  • Evite o excesso de informações;
  • Estabeleça uma rotina diária;
  • Se dedique a atividades e hobbies que você gosta;
  • Não deixe de interagir com seus familiares e amigos pelas redes sociais, telefones e aplicativos;
  • Cuide bem do seu sono.

Dicas de ergonomia no trabalho Home Office para ser mais produtivo

By | blog | No Comments

Quando se fala em home office, até mesmo por se tratar de um modelo de trabalho ainda pouco difundido no Brasil, é comum que as pessoas não pensem na ergonomia.

Isso faz com que elas trabalhem em qualquer mesa e cadeira, sem qualquer tipo de preparação do ambiente e sem tomar os cuidados necessários.

Muitas até realizam suas atividades deitadas no sofá ou na cama, o que é extremamente prejudicial.

Negligenciar a ergonomia pode levar às pessoas a adquirirem diversos problemas de saúde, como dores nas costas e no pescoço, cefaleia, além de sintomas emocionais, como estresse e ansiedade, deixando-as improdutivas para qualquer coisa.

Porém, é possível criar hábitos que podem melhorar a experiência e produtividade e diminuir lesões no futuro, como:

  • Escolha um local adequado para o trabalho;
  • Esteja atento à postura;
  • Faça exercícios de alongamento;
  • Exercite as mãos;

Proteja seu ambiente de trabalho do Coronavírus

By | blog | No Comments

Como em ambientes de trabalho as pessoas costumam dividir mesas, telefones e até objetos de escritórios, o potencial de contágio do Novo Coronavírus (COVID-19) entre os funcionários é grande.

Para isso, a OMS publicou um documento com as medidas preventivas que as empresas devem adotar para evitar que a doença se propague.

Confira a seguir as recomendações:

  • Mantenha o local de trabalho limpo, com destaque para superfícies (como mesas), além de objetos como telefones e teclados. Tudo deve ser limpo regularmente com desinfetante.
  • Incentive a lavagem de mãos de funcionários e clientes. Certifique-se de que ambos tenham acesso a locais onde possam lavar as mãos com água e sabão.
  • Espalhe postos de álcool em gel 70% pela empresa em locais visíveis e sinalizados.
  • Mantenha os ambientes arejados.
  • Divulgue internamente e externamente com pôsteres e cartazes sobre a importância de se prevenir do coronavírus.
  • Forneça máscaras faciais e lenços de papel para pessoas que desenvolverem coriza ou tosse no ambiente de trabalho. O descarte desses materiais deve ser feito em lixos fechados com tampa.

Essas ações simples e práticas devem ser inseridas na rotina, mesmo quando a empresa não registrou nenhum caso.

Vale destacar que os funcionários do grupo de risco devem ficar em casa.

Doenças causadas pela má iluminação no ambiente de trabalho

By | blog | No Comments

Assegurar o bem-estar e a qualidade de vida dos funcionários é essencial para evitar doenças laborais e demais danos à saúde.
Portanto, um fator que não deve ser negligenciado é a iluminação no ambiente de trabalho.

Por meio da Norma Regulamentadora 17, a legislação estabelece que todos os locais de trabalho devem garantir uma iluminação adequada às atividades ali desempenhadas.

Além disso, a luz deve ser projetada de modo a evitar efeitos prejudiciais, como: ofuscamento, reflexos que causem incômodos, sombras e contrastes.

A falta ou excesso de luz, por exemplo, pode causar muitos problemas emocionais e físicos ao colaborador, como:

• Irritação nos olhos;
• Queda no rendimento;
• Acidentes de trabalho;
• Distúrbios emocionais;
• Cansaço visual;
• Problemas de pele;
• Dentre outros riscos.

setembro vermelho

Setembro Vermelho: mês de alerta para doenças do coração

By | blog | No Comments

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), as doenças do coração estão entre as principais causas de morte no mundo. No Brasil, a média é de 350 óbitos por ano, o que equivale a 1 falecimento a cada 40 segundos. Sendo assim, em 2014 o Instituto Lado a Lado Pela Vida criou a Campanha Setembro Vermelho, que acontece nesse mês devido ao Dia Mundial do Coração, celebrado no dia 29 para conscientizar as pessoas sobre doenças cardiovasculares.  Quer saber mais? Leia o artigo que a Belém Saúde preparou para você:

Setembro vermelho: como evitar doenças do coração?

A prevenção do desenvolvimento de doenças do coração pode ser mais simples do que parece. Eliminar os maus hábitos e adotar medidas saudáveis, certamente será uma das formas mais eficazes para evitar o surgimento da doença.

Vale ressaltar também que há uma série de fatores que contribui para essa incidência. Entre eles estão:

  • Estresse;
  • Diabetes;
  • Hipertensão;
  • Tabagismo, drogas e álcool;
  • Obesidade;
  • Colesterol (LDL);

Estresse

Há muitos motivos para o estresse, que normalmente vem acompanhado por outros problemas como tensões musculares, desgaste físico e mental, mudanças de humor, insônia, ansiedade, dificuldades de concentração, depressão, entre outros. Para evitar o estresse é recomendado dormir pelo menos oito horas por noite, manter uma alimentação saudável e equilibrada (nada de abusar na cafeína) e praticar exercícios físicos (uma ótima opção para descarregar o estresse).

Diabetes

Engana-se quem pensa que controlar o consumo de doces é a única maneira de precaver a diabetes. O estresse, o sedentarismo e a obesidade podem ser grandes contribuintes para seu surgimento, assim como outros alimentos. Por isso, é importante seguir uma dieta orientada por nutricionistas, controlar o peso e ser ativo. Agora se a pessoa já tiver a diabetes, deve comer alimentos ricos em fibras, sem gorduras saturadas e hidrogenadas e se atentar as calorias.

Hipertensão

Todos sabem que a hipertensão é gerada por hábitos inadequados, em especial, o uso de sal e bebida alcoólica em excesso.  Por ser uma doença crônica e sem cura, ela é controlada a base de medicamentos. Além disso, algumas ações podem ser prejudiciais para quem tem pressão alta, como o fumo, o estresse, os alimentos gordurosos, fritos, doces e muito salgados.

Tabagismo, drogas e álcool

O tabaco duplica as chances de risco de o fumante ter um ataque cardíaco, pois acelera o coração, aumenta a pressão arterial e faz o sangue coagular. Os sintomas do tabagismo podem ser irreversíveis e aparecem em longo prazo. Assim como o uso de drogas e bebidas alcoólicas, que podem causar desde arritmia até a morte.

Obesidade

A obesidade é um problema de saúde pública que afeta grande parte de adultos e crianças. A principal razão é o sedentarismo e a ingestão de alimentos densamente calóricos e quando se consome mais energia do que gasta, a tendência é ir ganhando mais peso.

Colesterol (LDL)

Destacamos o LDL, pois há dois tipos de colesterol. O HDL que é considerado bom e reduz a formação de gordura e o LDL que é o ruim e eleva os riscos de infarto. Alguns alimentos que aumentam o colesterol devem ser evitados, como os industrializados, fast food, carne gorda, leite integral, queijos amarelos e cremosos, massa, biscoito, frituras, entre outras gorduras.  Prefira as carnes magras, cereais, frutas, verduras e legumes.

Campanha Setembro Vermelho

Viu só? A Campanha Setembro Vermelho acontece durante todo o mês, mas os cuidados devem ser diários. Leve uma vida mais saudável, cuide do seu coração.

Leia também: Setembro Verde