outubro, 2021 - Belem Saúde
Monthly Archives

outubro 2021

eSocial

Você conhece todos os eventos do eSocialSST?

By | blog | No Comments

O sistema adotado pelo Governo Federal Brasileiro, eSocialSST, veio para unificar documentos e informações de trabalhadores de empresas residentes no Brasil e contemplará diversos dados, periodicidades e frequência de reutilização. A organização dessas informações é dada em eventos, que possuem prazos determinados para que as informações sejam cadastradas no sistema e enviadas ao governo brasileiro.
No total são 48 eventos do eSocial, classificados de 4 maneiras: Eventos Iniciais, Eventos de Tabelas, Eventos Não-periódicos e Eventos Periódicos, nessa ordem, respectivamente.

Eventos do eSocial

Eventos Iniciais

Contempla informações sobre o empregador ou empresa, como classificação fiscal e estrutura administrativa. Sendo esses dados aproveitados posteriormente nos eventos periódicos e não-periódicos. Durante a implantação do eSocial, a empresa deve utilizar esses eventos para cadastramento inicial dos vínculos dos empregados ativos.
Possuem apenas um evento, sendo ele:
• S-1000 – Informações do Empregador/Contribuinte/Órgão Público

Eventos de Tabela

Os Eventos de Tabelas complementam os eventos iniciais, e acrescentam informações importantes, sendo que seu envio deve ser imediato após o cadastro dos eventos iniciais.
É importante lembrar que os dados devem ser constantemente atualizados e é necessário realizar eventos de retificação conforme as alterações dos dados, que possuem data de validade e essa deve ser alterada após a última retificação.

São Eventos de Tabelas:

• S-1005 – Tabela de Estabelecimentos, Obras ou Unidades de Órgãos Públicos·
• S-1010 – Tabela de Rubricas
• S-1020 – Tabela de Lotações Tributárias
• S-1030 – Tabela de Cargos/Empregos Públicos
• S-1035 – Tabela de Carreiras Públicas
• S-1040 – Tabela de Funções/Cargos em Comissão
• S-1050 – Tabela de Horários/Turnos de Trabalho
• S-1060 – Tabela de Ambientes de Trabalho
• S-1070 – Tabela de Processos Administrativos/Judiciais
• S-1080 – Tabela de Operadores Portuários

Eventos Não-Periódicos

Estão relacionados aos direitos e deveres trabalhistas, previdenciários e fiscais e não possuem data fixa para acontecer. Como é o caso de alterações salariais, afastamentos, contratações e reintegrações.
São Eventos Não-Periódicos:
• S-2190 – Admissão de Trabalhador – Registro Preliminar
• S-2200 – Cadastramento Inicial do Vínculo e Admissão/Ingresso de Trabalhador
• S-2205 – Alteração de Dados Cadastrais do Trabalhador
• S-2206 – Alteração de Contrato de Trabalho
• S-2210 – Comunicação de Acidente de Trabalho
• S-2220 – Monitoramento da Saúde do Trabalhador
• S-2221 – Exame Toxicológico do Motorista Profissional
• S-2230 – Afastamento Temporário
• S-2240 – Condições Ambientais do Trabalho – Fatores de Risco
• S-2245 – Treinamentos, Capacitações, Exercícios Simulados e Outras Anotações·
• S-2250 – Aviso Prévio
• S-2260 – Convocação para Trabalho Intermitente
• S-2298 – Reintegração
• S-2299 – Desligamento
• S-2300 – Trabalhador Sem Vínculo de Emprego/Estatutário – Início
• S-2306 – Trabalhador Sem Vínculo de Emprego/Estatutário – Alteração Contratual·
• S-2399 – Trabalhador Sem Vínculo de Emprego/Estatutário – Término
• S-2400 – Cadastro de Benefícios Previdenciários – RPPS
• S-3000 – Exclusão de eventos
• S-5001 – Informações das contribuições sociais por trabalhador
• S-5002 – Imposto de Renda Retido na Fonte
• S-5003 – Informações do FGTS por Trabalhador
• S-5011 – Informações das contribuições sociais consolidadas por contribuinte
• S-5012 – Informações do IRRF consolidadas por contribuinte
• S-5013 – Informações do FGTS consolidadas por contribuinte

Eventos Periódicos

Incluem eventos com datas fixas para acontecer, como a remuneração dos empregados, que ocorre mensalmente.
São Eventos Periódicos:
• S-1200 – Remuneração de trabalhador vinculado ao Regime Geral de Previd. Social
• S-1202 – Remuneração de servidor vinculado a Regime Próprio de Previd. Social
• S-1207 – Benefícios previdenciários – RPPS
• S-1210 – Pagamentos de Rendimentos do Trabalho
• S-1250 – Aquisição de Produção Rural
• S-1260 – Comercialização da Produção Rural Pessoa Física
• S-1270 – Contratação de Trabalhadores Avulsos Não Portuários
• S-1280 – Informações Complementares aos Eventos Periódicos
• S-1295 – Solicitação de Totalização para Pagamento em Contingência
• S-1298 – Reabertura dos Eventos Periódicos
• S-1299 – Fechamento dos Eventos Periódicos
• S-1300 – Contribuição Sindical Patronal

Lembrando que os eventos possuem uma sequência lógica de envio, sendo importante se atentar aos prazos para evitar quaisquer complicações legais, multas e sanções.

Gostou do conteúdo? quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato conosco e agende uma reunião 

Para que servem os exames complementares - blog

Para que servem os exames complementares

By | blog | No Comments

Para que servem os exames complementares

Durante o período laboral, trabalhadores das mais variadas áreas podem estar expostos à riscos de saúde e serem acometidos por enfermidades. Com o intuito de prevenir e/ou atenuar riscos e proporcionar qualidade de vida ao colaborador, são realizados exames específicos para monitorar e atestar sua aptidão física no desempenho de sua função.
Os exames complementares são um meio de garantir a saúde desses trabalhadores. Ademais, seus resultados servem de indicativo para saúde geral da equipe e métrica para realização de avaliações de risco.
De acordo com a função exercida, serão necessários exames específicos para que o médico responsável emita o Atestado de Saúde Ocupacional (ASO). Através dele é determinada a aptidão física e mental para a realização do ofício.

Quais os principais exames complementares?

Audiometria
A audiometria tem objetivo de avaliar e detectar alterações na audição dos colaboradores que estão expostos constantemente a ruídos durante o período laboral. Através dela, podem ser tomadas medidas para minimizar o agravamento ou diminuição da audição do trabalhador.

Acuidade Visual
Visa medir a capacidade funcional da visão. É indispensável em funções que necessitam excelentes capacidades de visão, como é o caso de pessoas que trabalham como motoristas.

Espirometria
Espirometria objetiva identificar eventuais enfermidades e comorbidades respiratórias, aferindo a quantidade e a velocidade de ar que o empregado é capaz de inspirar e expirar e avaliando a capacidade ventilatória.

Exames laboratoriais
Avaliam mais profundamente o trabalhador através de análises clínicas, coletando amostras de sangues, excreções e secreções. A fim de detectar possíveis doenças e agravos ocupacionais presentes no organismo.

Eletrocardiograma – ECG
Monitora e capta ondas elétricas emitidas pelo coração em repouso através de eletrodos dispostos ao longo do corpo do paciente, podendo identificar anomalias e avaliar o funcionamento do coração, detectando comorbidades como arritmias, bloqueios e condução elétrica, etc.

Eletroencefalograma – EEG
Avalia as ondas cerebrais, registrando graficamente as correntes elétricas espontâneas desenvolvidas no cérebro. A fim de descartar distúrbios neurológicos ou de consciência. É principalmente requerido para trabalhadores que exercem funções de alto risco, como limpadores de fachadas de prédios, e outras atividades em tura, por exemplo.

Em suma, manter os exames complementares dos funcionários em dia é imprescindível para além de estar em conformidade legal, proporcionar um ambiente de trabalho mais seguro através de medidas administrativas com finalidade de minimizar ou inibir os danos à saúde dos colaboradores, aumentando seu desempenho e produtividade.

Gostou do conteúdo? quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato conosco e agende uma reunião